Secando

09ago08
Tenho a impressão de que ao terminar de ler esse post (especialmente se você já leu os dois últimos) você vai ter a impressão de que eu passo tempo demais diante da televisão. Apesar de trabalhar em um canal de telenovelas, isso não é necessariamente verdade!

Cada povo com suas mazelas. Como se em Israel faltassem problemas, embora eles sejam bem diferentes dos brasileiros, o país está precisando fechar as torneiras, no momento em que atravessa a pior crise de água da história. Todo israelense sabe o que significa o nível vermelho do Kineret, a principal fonte de água doce do país. Em duas palavras: má notícia.

Pois uma campanha do tipo porrada, feita pela Secretaria da Água do Ministério do Meio Ambiente, conta que o país está passando do vermelho para o preto, um nível crítico que, se for atingido, não tem volta e não permite a sucção de água. O vídeo do YouTube, abaixo, explica melhor.

ישראל מתייבשת, וזה לא רק ישראל, זה קורה גם באוסטרליה, זה קורה גם בספרד בקליפורניה. זה קורה בכל העולם. העולם מתייבש! אנחנו מתייבשים. וזה לא רק שנת בצורת, וגם אם יהיה חורף גשום, זה לא יספיק, כי ישראל מתייבשת. ואין ,פשוט אין לנו מים לבזבז

No vídeo da campanha, veiculado à exaustão, uma mulher diz que “Israel está secando”. E adverte que o problema não é apenas daqui. “Acontece também na Austrália, na Espanha, na Califórnia”. O governo israelense tem sido acusado pela falta d’água, culpa que naturalmente não quer levar e que, de fato, não tem nenhum sentido – a menos que o Olmert tenha uma linha exclusiva secreta com Deus…

“Isso acontece no mundo inteiro. O mundo está secando. Nós estamos secando”, continua a apresentadora, enquanto tudo em volta vai ficando seco e rachando – inclusive a pele dela. “E não é apenas em anos secos. Mesmo que tenhamos um inverno chuvoso, não vai ser suficiente. Porque Israel está secando. E não há, simplesmente não há água para desperdiçar”.

O apelo é para que o público economize no consumo pessoal. Diferente do que ocorre no Brasil, água aqui é levada a sério. É muito raro, muito raro mesmo (acho que só vi duas vezes desde que estou em Israel, há quatro anos) ver alguém lavando o carro ou “varrendo” a calçada com mangueira, como se faz no Brasil.

(Confesso que nas duas vezes que vi, tive vontade de pular no pescoço do sujeito, como de fato faço no Brasil. Sempre tive a impressão de que essa seria a reação dos israelenses se, por exemplo, eu demorasse tempo demais no banho ou lavando louça).

Enquanto isso, no Brasil, parece que água não falta. E nem precisa de chuva por aí. O país tropical é privilegiado: 17% da água doce superficial e aproximadamente 80% da maior reserva subterrânea do mundo estão em território verde-e-amarelo… Cada povo com as suas mazelas.



2 Responses to “Secando”

  1. As pessoas aqui ainda têm a falsa impressão de que gastar menos água, reciclar, não usar plástico e reaproveitar materiais é ser eco-chata (lembra dos saquinhos dos jornais? Adotei para tudo!).

    Consumo consciente é hoje uma questão de sobrevivência, de adaptação – e no fim é tão darwinista, que irrita a ignorância de gente que te compara com um hippie-podi-crê-sandalinha-rasteira-unha-sem-cortar porque você mandou separar o lixo!…

    (estou adorando os posts-matérias!)

  2. 2 ^_^

    mas ha anos eu ouvia sobre isso…teve ate campanha aqui…etc….mandar dinheiro parai… eu vejo os israelianos dizendo isso aqui….

    anoosss…que o problema da agua…e afecta toda a regiao e territorios…etc…


    aqui…tem que parar de abrir agua para water…grass…para ficar verde…golf…etc…muita agua…perdida nisso…(aqui)…e…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: